A grande honra ao mérito , 2016

ELEN BRAGA
A grande honra ao mérito [“Great Honor to Merit”], 2016
Instalação [ installation]
Dimensões variadas [dimensions variable]
Local : SESI São José dos Campos – Brasil
Foto: Luísa Estanislau

 

“A grande honra ao mérito” é uma instalação composta de 300 troféus e um livro que traz a catalogação de cada troféu adquirido com fotos e informações do título e breve depoimento de seu respectivo ganhador. A coleção foi formada por meio de negociações – doações e vendas – que fiz com os próprios ganhadores de diferentes classes sociais, idades e modos de vida, em viagens que realizei pelo nordeste e sudeste do Brasil. Os títulos são dos mais diversos como “campeão de festival gospel”, “campeão de adestramento de cavalos”. Essas titularidades são passadas para mim através de um documento “certificado de transferência de honra ao mérito” em que assinam o ganhador e eu. O trabalho faz chegar ao público um inventário de condecorações que vão desde atos de coragem a outras modalidades e especificidades que beiram o absurdo.

The “Great Honor to Merit” is an installation composed of a collection of 300 trophies that have been donated or sold by their previous owners, the winners of various competitions. I collected these trophies in expeditions that I realized across northeast and southeast Brazil. Together with the trophy collection I have assembled a large book which tells the stories told to me by the winners of each trophy, coming from different social classes, ages and customs. The titles of the winners, as varied as “gospel festival champion” and “horse dressage champion” are also included in the book in the form of a catalogue of objects, photo and title information. Each object was transferred to me by a “certificate of transfer of honor and merit” signed by the winner and by myself. As a result, the audience is placed in front of a large inventory of decorations which denote acts that range from truly courageous to somewhat absurds.

 

 A GRANDE HONRA AO MÉRITO

Do alto das prateleiras para o chão – este é um dos deslocamentos feitos por Elen Gruber no projeto “A grande honra ao mérito”. A base onde as condecorações estão reunidas frisa sua repetição e esvaziam temporariamente os seus contextos específicos. Os objetos que então convidavam a uma apreciação ascendente do corpo, remetendo a idolatria e respeito intocáveis, na organização proposta pela artista são integrantes de uma massa dourada que realça a planaridade do chão e a materialidade das peças.

É interessante constatar que os troféus são o ponto de chegada do projeto. Esses objetos materializam as capacidades positivas atribuídas ao outro – são pequenos monumentos à habilidade, eficiência e destreza de alguns indivíduos vistos como especiais. A aquisição desses objetos se deu não apenas fisicamente; seus proprietários transferiram seu mérito para a artista. Os diversos talentos pelos quais foram celebrados – em um leque amplo que vai de congratulações esportivas ao canto gospel – são passados para Elen através de documentos. Estes se encontram na exposição a fim de que o público constate a cessão e recepção voluntária entre ambas as partes. Um livro que reúne as biografias e depoimentos desses vencedores, além de um comentário da artista sobre cada um, completa a instalação. Trata-se, portanto, da apresentação, catalogação e arquivamento de vitórias.

A reunião desses elementos parece frisar melancolicamente o caráter competitivo não apenas da contemporaneidade, mas de certas narrativas da História – se esse trabalho pode ser lido como um grande monumento ao triunfo, quem lembrará dos perdedores? A instalação de Elen Gruber nos recorda que a celebração de algumas marcas individuais cria legados com o decorrer do tempo. Esses esforços individuais, quando reunidos em uma massa, talvez mais falem sobre o vazio existencial que tentamos preencher com todas essas atividades – até o ouro pode desbotar.

Raphael Fonseca
crítico, curador e historiador da arte